20/01/2021

MESMO COM A COVID-19 ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO EMPENHADOS NO APOIO AOS FILHOS

A nova realidade  do país, mudou drasticamente o modelo de ensino fazendo com que os alunos tenham aulas de forma faseada, motivo este que chamou a atenção de certos pais e encarregados de educação.

O Jornal Visão, na sua ronda pelos distritos do país, desta vez trás alguns testemunhos de residentes de Marracuene que falam sobre o momento complicado senão atípico que o país atravessa e o papel dos pais e encarregados de educação no acompanhamento dos seus educandos.

O primeiro entrevistado é João Macaringue, que relata na primeira pessoa qual é a sensação de ser encarregado de educação e qual tem sido seu papel no dia-a-dia.

“A educação escolar  é muito importante para as crianças pois ao aprender ajudam no desenvolvimento do país”, quem o diz é João Macaringue.

Macaringue avançou ainda que é crucial sensibilizar os filhos a estudar para o futuro do amanha mesmo com a pandemia da covid-19 que está a fustigar vidas no país e no mundo afora.

O interlocutor em entrevista ao Visão, disse que com as aulas faseadas que são 3 vezes por semana há já uma diferença pois, os pais tem o conhecimento do novo modelo de ensino e os mesmo estão aptos para apoiar.

João Macarigue, aconselha aos seus netos a prevenirem-se da pandemia acatando todas recomendações emanadas pelo Chefe de Estado e pelas autoridades da saúde de Moçambique.

Por outra, Katia Gil também residente de Marracuene, falou à nossa reportagem referenciando que o apoio escolar dado pelos pais e encarregados de educação neste momento difícil é muito importante para o dia a dia dos educandos pois, “na escola recebemos valores de como lidar com a sociedade”, disse.

Apesar de Kátia não ser mãe, à nossa reportagem disse que apoia os seus irmãos ajudando com os deveres de casa e o balanço é positivo porque eles tem recebido com entusiasmo o auxílio dado.

Os pais fazem complementam estar sempre disponíveis a acompanhar o percurso dos filhos quando incluindo as vezes em que são solicitados para resolver uma infracção por cometida pelos pequenos durante o processo de ensino e aprendizagem nesta época do novo normal.

Nesta época da pandemia mais vale um pássaro na mão que dois a voar. Intensificar as médicas é imperioso pois provas mais que suficientes de que a pandemia é uma realidade são visíveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Tens algo a dizer?