11/05/2021

DEVIDO AOS NAUFRÁGIOS NO RIO: Moradores do bairro Invaglane pedem a reabilitação da ponte de travessia

Os moradores do bairro Invaglane vivem com medo pois nos últimos dias aumentaram os números de pessoas que afogam na travessia do rio para o bairro 7 de Abril. Recentemente um cidadão embriagado segundo contou Nelson António Secretário de Invaglane, afogou no rio tentando atravessar as margens depois que caiu na água e deixado a canoa preferindo atravessar a nadar o que não conseguiu.

“Assim que a maré é grande, ele não conseguiu dominar a corrente e as pessoas que estavam do lado de 7 de Abril gritaram mas já era tarde. O socorro chegou tarde. Este é o segundo a afogar, o primeiro foi amigo deste também pescador e não sabemos o que está a acontecer. Afogou no mesmo sítio e mesmo lugar, está a preocupar a todos de 7 de Abril e Invaglane”, relatou Nelson António.

A ponte segundo Nelson, está em obras mas abandonada e não sabe dizer o que realmente ocasionou a paragem que neste momento está a dizimar vidas.

O irmão da vítima conta que soube do sucedido com a sua cunhada e populares que presenciaram o fatídico caso. “Quando cheguei aqui me disseram que minha cunhada veio a chorar porque ouviu que meu irmão morreu porque estava bêbado. Saímos de Manhã tentamos localizar o corpo, entramos na canoa e até aqui não aconteceu nada.”

A vítima de 23 anos deixa viúva e lágrimas na família.

Vasco Brandão Moreira, Secretário do bairro 7 de Abril, conta que foi relatado que um cidadão teria mergulhado no rio a noite e que veio a morrer. “O que mais queremos é que o Governo venha reabilitar a ponte. No mês passado morreu alguém e assim são três mortes”.

Brandão acredita que alguém esteja a fazer um serviço de feitiçaria por isso morre muita gente na travessia e pede para que um régulo ou alguma entidade tradicional faça algo para minimizar o problema.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Tens algo a dizer?