01/12/2021

“Competitividade da economia moçambicana depende da capacidade da PME´s” - defende Presidente da CCM

O Presidente da Câmara de Comércio de Moçambique (CCM), Álvaro Massingue, afirmou ser necessária a realização de pesquisas de mercado de modo a suportar o panorama actual em que as empresas nacionais são desafiadas a inovar para competir ao nível global. Este posicionamento do Presidente da CCM foi manifesto esta terça-feira, 30 de Novembro, durante o decurso de um seminário virtual com os empresários que debatia o tem, “Como implementar uma pesquisa de mercado de exportação?”.

Para Álvaro Massingue as Pequenas e Médias Empresas (PME's) devem prosseguir com acções que visam aprimorar as técnicas de pesquisa de mercado, para assegurar o incremento da exportação de produtos e serviço de qualidade.

No entender daquele Empresário e Presidente da CCM, o actual panorama de mercado global impõe muitos desafios para as PME's, nacionais. "A pesquisa e colocação dos produtos de nossas empresas, nos mercados certos, é a fórmula adequada de assegurar a sobrevivência e prosperidade dos nossos negócios e, consequentemente, a competitividade da nossa economia", disse.

Álvaro Massingue acrescenta a certificação da qualidade de produtos como um dos elementos fundamentais para o aprimoramento das técnicas de pesquisa de mercado.

No entanto, com vista tornar a Câmara de Comércio de Moçambique como elo para o estabelecimento de pontes entre os produtores nacionais e o mercado europeu, Massingue entende que é preciso garantir maior fluidez de diálogo interno e externo.

"Assumimos o compromisso de promover diversos memorandos de entendimento com nossas congéneres europeias, e outras, para servirmos de veículos de ligação e promoção de acordos comerciais que beneficiem os nossos produtores. Queremos que a Câmara de Comércio seja também fonte de informação do potencial nacional para importadores europeus. Renovamos o nosso compromisso em servir o mercado nacional, em prol da internacionalização das nossas marcas, produtos e serviços", frisou.

O evento de um dia foi organizado pelo UNIDO, através do projecto PROMOVE e da Câmara de Comércio de Moçambique.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Tens algo a dizer?