Mostrar mensagens com a etiqueta Economia. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Economia. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 11 de maio de 2021

DESIGUALDADE SOCIAL: UM PROBLEMA QUE PARECE NÃO TER FIM EM MOÇAMBIQUE


Cerca de dois terços da população moçambicana vive e trabalha em áreas rurais. O país tem uma vasta área de terra arável, e grande disponibilidade de água e energia, assim como recursos minerais e gás natural recém-descobertos, três portos marítimos de águas profundas, e recursos relativamente grandes de mão-de-obra potencial. Também está estrategicamente localizado, pois quatro dos seis países com que tem fronteiras não têm acesso ao mar, e dependem por isso de Moçambique para terem acesso aos mercados globais. Os fortes laços de Moçambique com o motor económico da região, a África do Sul, sublinham a importância do seu desenvolvimento económico, político e social para a estabilidade e crescimento da África Austral como um todo. 


Com este todo aparato de vantagens devia ser a causa para a melhoria das condições de vida das pessoas mas, ao contrário permanece o sofrimento e as desigualdades sociais que se revêem na falta de alimentos, componente básica para o dia-a-dia. Assim como em todo mundo, Moçambique não fica atrás desta problemática da desigualdade social.

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Huawei Moçambique Doa equipamento de videoconferência e sistemas de medição de temperatura ao MCTES e MISAU

São ao todo  26 Conjuntos de sistemas de video-conferência remotos e 5 conjuntos de sistemas de detecção térmica foram doados ao Governo Moçambicano.

 

Huawei Moçambique Doa equipamento de videoconferência e sistemas de medição de temperatura  ao MCTES e MISAU

Esta doação vem para tornar as conexões mais eficientes por meio dos canais de tecnologia e plataformas de telecomunicações, ajudando a prevenção, controle, além do cuidado com a doença que tem vindo a assolar Moçambique e o Mundo.

Espera-se que esta doação  melhore a capacidade e qualidade de comunicação nos Ministérios, principalmente nesta pandemia.

Assim como contribuir para criação de nova forma de trabalho, a criação será também uma das soluções nesta fase que nos encontramos.

Segundo o ministro da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, com o sistema é possível reunir, em simultâneo, mil pessoas, através de dispositivos pessoais, como computadores portáteis e dispositivos móveis. Ou seja, os dirigentes podem reunir-se sem estar nos locais onde foram instalados os sistemas, o que para o ministro possibilitará a realização de sessões de trabalho sem necessidade de deslocações e contribuirá para a redução de tempo, custos e outras implicações logísticas.

Chu Xiaoxin, CEO da Huawei Moçambique e Angola, em seu discurso disse: "Como uma empresa de tecnologia líder mundial, a Huawei tem capacidade e confiança para alavancar suas tecnologias e experiência para ajudar o Governo de Moçambique a alcançar a transformação digital e promover o desenvolvimento económico. Agradeço ao Governo de Moçambique por escolher e confiar na Huawei no curso da transformação digital.” Disse Chu Xiaoxin.

Wang Hejun, Embaixador da República Popular da China em seu discurso disse “Endereços agradecimentos a Huawei pela doação de sistema de video-conferência ao Governo Moçambicano, O governo chinês tem encorajado as empresas chinesas a promover o ambiente socioeconómico de cada país através de negócio e assumir as responsabilidades sociais apoiando as empresas para desenvolvimento de negócio.

De realçar que , o diplomata agradeceu ao governo Moçambicano pela confiança atribuída à Huawei. ''Quero também incentivar a empresas chinesas a contribuírem activamente nas suas responsabilidades sociais e contribuírem para aumentar a boa relação entre os dois países.”

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

REN ZHENGFEI DEFENDE QUE NÃO IRÁ DESISTIR DA GLOBALIZAÇÃO

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, comprometeu-se a seguir uma estratégia de globalização, apesar da pressão externa. Ele pediu à nova administração dos EUA que proponha políticas mais abertas que sejam do interesse das empresas americanas e da economia dos EUA como um todo.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

DESTINO DE MANUEL CHANG CONTINUA INCERTO

Passados 2 anos e 40 dias, o destino do antigo Ministro da s Finanças de Moçambique continua incerto. Aliás, conforme anunciado no momento da sua detenção, Chang, devia rumar para os Estados Unidos de América. Só que após 29 de Dezembro de 2018 e as disputas entre o tribunal e a justiça Norte Americana, Sul Africana e Moçambicana, ficou tudo travado.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

DÍVIDAS OCULTAS: CONFIRMADA PARTICIPAÇÃO DO ACTUAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA

DÍVIDAS OCULTAS: CONFIRMADA PARTICIPAÇÃO DO ACTUAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA - As dúvidas e certezas não confirmadas sobre a participação do actual chefe de Estado de Moçambique FILIPE JACINTO NYUSI nas dívidas ocultas, chega de Londres, após documentos entregues a tribunal inglês revelarem envolvimento pessoal no caso.